A História da QUEIJO D’ALAGOA-MG

O senhor Jeremias Sene era tropeiro, empilhava os queijos embrulhados em folhas de bananeira dentro de balaios de bambu, colocava-os em cima do lombo dos burros e atravessava a Serra da Mantiqueira por trilhas e caminhos rudimentares para vender os queijos no Vale do Paraíba-SP, e por vezes, em Resende-RJ. 

Os anos passaram. Os tempos evoluíram.

Seu bisneto, Osvaldo Martins de Barros Filho tornou-se tropeiro digital ao fundar a Queijo D'Alagoa-MG em 2009 para ajudar o Sô Batistinha, produtor de queijo que na época enfrentava dificuldades pra escoar a produção, pois a pessoa que comprava seu queijo pagava um preço irrisório e tinha a bárbara coragem de dar um cheque para 40 dias.

Isso mudou.

Atualmente diversas famílias de pequenos produtores de queijo são parceiras da Queijo D’Alagoa-MG e contam com este sério trabalho para sobreviverem.

A Queijo D’Alagoa-MG é pioneira na venda de queijo pela internet e na entrega de queijos artesanais em todo o país. Através dos Correios e transportadoras a empresa entrega de Norte a Sul do Brasil.

No início de tudo o PROPÓSITO era ajudar o Sô Batistinha com os queijos. Com o passar dos anos ficou notório que a MISSÃO foi muito além!

O negócio virtual da Queijo D’Alagoa-MG iniciou uma transformação social no município de Alagoa:

- reconhecendo a importância do produtor e agregando valor ao produto;

- preservando a história, cultura e tradição;

- movimentando a economia local;

- fomentando o turismo e promovendo Alagoa como destino turístico;

- mantendo a agência dos Correios aberta com o contrato de postagem.

E tudo isso está sendo construído porque a Queijo D'Aalgoa-MG é movida pelos seguintes VALORES:

ORIGEM – Temos orgulho de Alagoa. Do município em si. Descoberto por volta de 1722 pelos bandeirantes liderados pelo Coronel Simão da Cunha Gago. Encontram uma enorme lagoa represada por uma pedra. Os escravos furaram a pedra (existe até hoje a curva da Pedra Furada). Levaram o ouro pela Estrada Real para a Coroa Portuguesa. E assim ficou fundada a cidade: Alagoa! Temos orgulho desta origem, bem como, da história do queijo: o italiano Paschoal Poppa ladeado por Gumercindo Ferreira Pinto e João Fonseca. Estes 3 homens deram início ao modo de fazer do nosso queijo centenário.

SATISFAÇÃO – Amamos o que fazemos. Procuramos fazer bem feito. Todos os dias. Além do soro fermento natural, além do coalho e do sal, colocamos muito amor e muito carinho nos queijos. Desde à produção até a hora da postagem. Desejamos que os clientes sintam este afeto ao receber o queijo em casa.

FELICIDADE – Uma das nossas #frasesqueijísticas diz o seguinte: Dinheiro Não Compra Felicidade. Mas Compra Queijo, Que É Igualzin. E é verdade. Somos felizes pelo que fazemos. E queremos que os clientes sintam-se felizes comendo o queijo, harmonizando e desfrutando de bons momentos e de comemorações na vida.

LIBERDADEa Queijo D’Alagoa-MG tem orgulho de ser mineira. Na Bandeira de Minas Gerais está forjado o lema: Liberdade ainda que tardia. Na Queijo D’Alagoa-MG temos liberdade de criar queijos novos, de nos divertir nas redes sociais com nossos clientes, de sempre estar criando e inovando. Isso é libertador! Essa liberdade nos move e nos faz ir cada vez mais longe.

ENTUSIASMO – somos entusiastas do Queijo Artesanal Alagoa. É um assunto que nos empolga. Nos motiva. É o que sabemos fazer. Então fazemos com muita alegria e determinação.

GRATIDÃO – somos gratos a Deus por tudo, desde o início quando recebemos Dele a inspiração, a ideia e o sentimento de vender queijo pela internet em 2009. Somos gratos aos produtores parceiros que fazem a Queijo D’Alagoa-MG existir. Somos gratos aos colaboradores que fazem a Queijo D’Alagoa-MG acontecer. Somos gratos aos clientes que temos, pois conseguem compreender que não vendemos apenas queijo, é muito mais que apenas isso. É por este motivo que falamos: imensamente gradicido!

Com estes sentimentos acima a Queijo D’Alagoa-MG é detentora de alguns dos Melhores Queijos do Mundo (Medalha de Ouro no Mundial do Queijo do Brasil Araxá 2019; Medalha de Prata 2019 e Bronze 2017 no Mondial du Fromage na França) e O Melhor Queijo Artesanal de Leite Cru do Brasil (Queijo Faixa Dourada, Super Ouro III Prêmio Queijo Brasil). Confira as demais premiações:

Em 2013 recebemos o Prêmio José Costa, Troféu Araújo Modesto, da Fundação Dom Cabral e Diário do Comércio.

Em 2014 recebemos o Troféu MG Turismo, do Jornal MG Turismo de BH. No mesmo ano, nosso queijo venceu em 1º Lugar o Concurso O Melhor Queijo de Alagoa. Também recebeu medalha de prata e de bronze no I Prêmio Queijos Brasil.

Em 2016 o Queijo Faixa Dourada e o Queijo do Coronel receberam medalha de prata no II Prêmio Queijos Brasil.

Em junho de 2017 nosso Queijo Alagoa Grande recebeu Medalha de Bronze no Mundial Du Fromage, em Tours, na França. Destacando-se entre 700 queijos de mais de 20 países. Em seguida, a "Queijo d'Alagoa-MG" recebeu Certificado de Honra ao Mérito do Governo de Minas Gerais. Em Outubro no III Prêmio Queijos Brasil o Queijo Faixa Dourada recebeu o Troféu SUPER OURO, considerado o Melhor Queijo Artesanal de Leite Cru do Brasil, além da Medalha de Ouro. O Queijo Alagoa Branca também recebeu medalha de ouro. O Queijo Alagoa Pequena, Queijo Alagoa Grande e o Queijo Mantiqueira Real receberam medalha de Prata. Destacando-se entre 403 queijos de norte a sul do Brasil.

Em Junho de 2018 a "Queijo d'Alagoa-MG" foi finalista e recebeu o Prêmio Melhores do Ano da Revista Prazeres da Mesa. Em Novembro, no IV Prêmio Queijos Brasil o Queijo do Coronel recebeu Medalha de Ouro, o Queijo Faixa Dourada também recebeu Medalha da Ouro e o Queijo Alagoinha Medalha de Prata.

No ano de 2019, novamente na França recebemos Medalha de Prata no Mondial du Fromage com o Queijo Alagoa Pequena. Ainda na França, a Queijo d'Alagoa-MG recebeu a Medalha da Guilde Internationale des Fromagers pelos benefícios econômico-sociais trazidos a Alagoa através da veiculação do queijo pela internet. No Concurso Municipal O Melhor Queijo de Alagoa 2019 - Tradicional, o Queijo Alagoa Pequena ganhou Medalha de Prata e o Queijo do Sô Batistinha recebeu Medalha de Bronze. Em Agosto, o Queijo Alagoa Fumacê recebeu medalha de ouro no Mundial do Queijo do Brasil em Araxá-MG. Em Setembro, foram 6 Medalhas recebidas no V Prêmio Queijos Brasil, em Florianópolis: Ouro - Queijo Alagoa Fumacê; Ouro - Queijo Alagoinha; Prata - Queijo Faixa Dourada; Bronze - Queijo do Coronel, Bronze - Queijo Alagoa Pequena e Bronze - Queijo do Sô Batistinha. Também em 2019 a Queijo d'Alagoa-MG recebeu o Certificado de Excelência do TripAdvisor.

Nossa loja física está situada na Rua José Luiz de Siqueira, 352 – Centro, Alagoa / MG CEP 37.458-000. Horário de Funcionamento: abre todos os dias da semana, sábados e feriados das 09hs às 18h. Domingo das 09 às 17h. A loja virtual fica aberta 24hs, 7 dias por semana.

A Queijo D'Alagoa-MG é associada à ABRALEITE - Associação Brasileira dos Produtores de Leite, à ONG Sertão Bras e membro da Guilde Internationale des Fromagers.